NOTAS DE IMPRENSA

25 de Setembro de 2018

Venda de Divisas

O Banco Nacional de Angola efectuou, dia 25 de Setembro de 2018, uma sessão de venda de divisas em leilão aos bancos comerciais, tendo colocado no mercado primário o plafond de EUR 150 milhões para abertura de cartas de crédito com o objectivo de assegurar a importação de mercadorias diversas.

25 de Setembro de 2018

Calendarização dos leilões em moeda estrangeira, durante o mês de Outubro

O BNA vem comunicar que, no mês de Outubro, será vendida moeda estrangeira no valor equivalente a USD 650.000.000,00 (seiscentos e cinquenta milhões de Dólares dos Estados Unidos), por via de leilões de preço (venda de divisas) e quantidade (plafonds para cartas de crédito), nas datas a seguir indicadas:

24 de Setembro de 2018

Venda de Divisas

O Banco Nacional de Angola efectuou, dia 24 de Setembro de 2018, uma sessão de venda de divisas em leilão aos bancos comerciais, tendo colocado no mercado primário o montante de EUR 45 milhões para regularização de operações gerais incluindo privadas bem como operações comerciais ainda em posse dos bancos comerciais referentes ao período de 2015 a 2017 (atrasados cambiais) que se encontrem em conformidade com a regulamentação cambial, mas que por algum motivo não tenham ainda sido pagas ao exterior.

21 de Setembro de 2018

Comité de Política Monetária

O Comité de Política Monetária do Banco Nacional de Angola (CPM) reuniu hoje, dia 21 de Setembro de 2018, tendo decidido manter a Taxa BNA em 16,5%. O CPM decidiu também manter inalterada a taxa de juro da Facilidade Permanente de Absorção de Liquidez em 0% e os coeficientes das Reservas Obrigatórias em moeda nacional em 17% e 15% em moeda estrangeira.

20 de Setembro de 2018

Venda de Divisas

O Banco Nacional de Angola efectuou, dia 20 de Setembro de 2018, uma sessão de venda de divisas em leilão aos bancos comerciais, tendo colocado no mercado primário o montante de USD 55 milhões para a cobertura de operações de natureza comercial e privada, bem como operações comerciais ainda em posse dos bancos comerciais referentes ao período de 2015 a 2017 (atrasados cambiais) que se encontrem em conformidade com a regulamentação cambial, mas que por algum motivo não tenham ainda sido pagas ao exterior.