Enquadramento

10 de Agosto de 2018

Enquadramento

O Banco Nacional de Angola pode, nos termos da sua Lei Orgânica, participar no capital de instituições financeiras e organismos internacionais, fazer parte dos respectivos órgãos sociais e representar o Estado junto das mesmas, através do Governador, Vice-Governador ou qualquer outro membro do Conselho de Administração.

O desempenho das funções que competem ao BNA exige uma actividade internacional ampla e dinâmica. Um bom conhecimento da economia mundial e do sistema monetário e financeiro internacional é essencial para a concepção da política monetária e a salvaguarda da estabilidade financeira nacional. Para este efeito, o BNA:

  • acompanha e analisa a arquitetura financeira internacional e a evolução económica e financeira mundial;
  • participa em instituições e fóruns internacionais que lidam com questões económicas, financeiras e monetárias;
  • estabelece relações com os bancos centrais de outros países, trocando pontos de vista e conhecimentos e explicando as suas políticas.